Sala do Empreendedor

 

Sala do Empreendedor 


OBJETIVO

O objetivo da Sala do Empreendedor é possibilitar a novos empreendedores ou empresários a oportunidade de discutir a sua ideia ou dúvida com consultores capacitados, orientando na abertura de novas empresas, buscando em conjunto a solução do problema e identificando a oportunidade de melhoria. Possibilitando assim que as empresas já nasçam mais qualificadas e capacitadas, tendo um crescimento sustentável.

PÚBLICO

Pessoas que tenham uma ideia de negócio e gostariam de abrir sua empresa;
Pessoas que já tenham uma empresa, mas gostariam de melhorá-la;
Pessoas que gostariam de saber algo a mais sobre assuntos empresariais.


O QUE OFERECE

- Atendimento individual e personalizado para cada cliente;
- Auxílio nas dúvidas administrativas para abertura de empresas;
- Auxílio no acompanhamento do empreendedor até a abertura da empresa;
- Quadro de avisos com o calendário municipal de cursos, palestras e eventos;


O ATENDIMENTO

- A Sala do Empreendedor fica na Rua Largo Inacio Lopes Filho, 01, junto ao Setor de Tributos da Prefeitura Municipal e está aberta de segunda a sexta – feira, em horário de expediente das 08h às 14h (sem fechar ao meio – dia).
* O horário de atendimento também pode ser agendado por telefone para sua maior comodidade.

 
Dicas para uma boa gestão financeira

  • Não misture dinheiro pessoal com dinheiro da empresa
  • Controle o seu dinheiro
  • Se planeje sempre

 Fonte: www.olharempreendedor.com.br


  Informações:

            O  Empreendedor Individual é uma figura jurídica, foi criado pela Lei Complementar 128/8, que aprimorou a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa(LC 123/06).  
            Ela beneficia os empreendedores informais,que,em geral, são profissionais autônomos que prestam serviços simples.
            Devem ter a receita bruta anual de até R$ 60.000,00, com a atividade que lhe permita optar pelo Simples Nacional.

  • Não deve estar participando do capital social de nenhuma outra empresa - mesmo que seja uma única cota.

            Devido ao reajuste do salário mínimo, que passou de R$ 678 para R$ 724, o microempreendedor individual (MEI) passará a recolher R$ 36,20 por mês para a Previdência Social. O reajuste já vale para o boleto de janeiro, no qual o recolhimento deve ocorrer em fevereiro, referente ao pagamento de janeiro. Neste mês, a contribuição será com base no rendimento de dezembro e continua em R$ 33,90.

                O aumento corresponde à contribuição do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), que é de 5% do piso salarial. Além da contribuição para o INSS, os integrantes desta categoria pagam por mês o valor fixo de R$ 5, referente ao ISS, caso seja prestador de serviço, ou R$ 1 de ICMS, para quem atua no comércio ou indústria.

Fonte: www.portaldoempreendedor.com.br

 

Dica Importante:

  • Antes de abrir sua empresa, consulte a Sala do Empreendedor para obter informações sobre o local de exercício da atividade, para a liberação do Alvará.

 

“Ser empreendedor significa, acima de tudo, ser um realizador que produz novas idéias através da soma entre  criatividade e imaginação”

“ O segredo de seguir em frente é começar”

ESTAREMOS SEMPRE PRONTOS PARA TE AJUDAR!

 

Agente de Desenvolvimento Patricia Gomes                                                Tel: 3611-5111 

 

 

 
XHTML Valid - W3C